quarta-feira, 23 de maio de 2012

Tucuruí: creche completa aniversário de inauguração para atender 240 crianças sem previsão de funcionamento

Fotos: Wellington Hugles

Um sonho que já dura mais de 30 dias, e nada de entrar em funcionamento
 Local onde será colocada a grama sintética
 As salas do berçário aguardam o emburrachamento antialérgico
 Na dispensa da creche o flagrante dos rojões esquecidos após a festa de inauguração
 Sala de computação sem nenhum computador para a prática das aulas
Salas sem luminárias e ventiladores impossibilitam o início das atividades
Playground sem nenhum brinquedo instalado

 Fiação coberta com saco plástico no chão, exposta na área de lazer da creche
 Placa de inauguração descerrada pelo prefeito Sancler no último dia 23 de abril 

Mesmo inaugurada pelo prefeito Sancler Ferreira no último dia 23 de abril, a creche que poderia estar beneficiando 240 famílias ainda esta sem previsão de funcionamento
A população do bairro Bela Vista denúncia à falta de comprometimento do prefeito Sancler Ferreira no sentido de colocar em funcionamento a Creche “Menino Deus“.
Passado 30 dias de mega inauguração da Creche Municipal “Menino Deus” pela prefeitura de Tucuruí, construída com os recursos do Governo Federal e entregue pelo prefeito Sancler Ferreira no último dia 23 de abril, com 8 salas de aulas, cozinha, área de lazer e sala de informática.
O quadro de funcionários da creche esta completo, contando com seis professores, seis monitores e quatorze cuidadores, que passaram por treinamento, os 240 alunos já estão matriculados em 4 turmas para o berçário que atenderá a faixa etária de 6 meses a 1 ano e 4 turmas de maternal 1 e 2 que atenderá a faixa etária de 2 a 3 anos.
Os horários de atendimento não serão em tempo integral como o anunciado pelo prefeito Sancler Ferreira no ato da inauguração, e sim em dois turnos, das 7:15 as 12:30 e das 13:30 as 17:45, com isso, acabando com a “estória” criada que seria uma creche para garantir que as mães teriam o dia inteiro para trabalhar empregadas, com isso, garantindo a geração de oportunidades de novos empregos.
Na parte estrutural, a creche está longe para entrar em funcionamento, uma marca que esta ficando caracterizada na atual administração, como por exemplo, o mercado municipal recém-inaugurado e sem funcionamento.
Para a creche entrar em funcionamento muitas adequações terá que ser realizada, a área com areia na quadra coberta esta aguardando a grama sintética, bem como todas as salas para a prática de aulas e repouso dos bebês terá que ser adaptada com um emburrachamento especial antialérgico, conforme o que observa o projeto original do Ministério da Educação, fatos que estão longe de serem cumpridos.
Também esta sendo aguardada a instalação do playground do parque infantil e na sala de computação esta sendo aguardada a instalação dos 12 computadores e a colocação do sinal de internet inexistente no prédio.
As salas estão aguardando a colocação de luminárias, centrais de ar e ventiladores, que ainda não foram adquiridos.
Mas, um dos grandes problemas entre outros, e a liberação por parte do Corpo de Bombeiros Militar do Pará da Licença de Funcionamento, haja vista, que o prédio não tem nenhum projeto de segurança para possíveis emergências, e, se tratando de atendimento de bebês, os Bombeiros só farão a liberação após a colocação de todos os equipamentos necessários a segurança de todos, incluindo portas de saída de emergência, inexistentes no local.
A moradora Edith Sales, 41 anos, mãe de duas crianças matriculados na creche, está indignada com a falta da verdade por parte do prefeito Sancler Ferreira, pois, há um mês, ele na inauguração da creche disse: “a partir de amanhã as mães do bairro Bela Vista poderão trabalhar e deixar seus filhos aos cuidados do munícipio”, não entendi qual o amanhã do prefeito, porque, já passou um mês e este amanhã nunca chega, e pelo andar da carruagem nem vai chegar, e típico dos políticos pensarem que o povo pobre é burro”.
Segundo informações da diretora da Creche “Menino Deus”, a pedagoga Sandra Samy, as atividades escolares deverão iniciar logo após a empresa que está responsável pela finalização da obra realizar as adaptações necessárias para o pleno funcionamento do prédio, “não podemos iniciar nossas atividades sem a estrutura completa finalizada, estaremos dando atendimento a crianças de 6 meses a 3 anos, e, é complicado colocarmos estes bebês a qualquer risco” esclarece a diretora.
A população lamenta estar com uma creche inaugurada e sem poder entrar em funcionamento, é fato, que até o nome da creche o prefeito inaugurou como “Menino Deus” e só depois de semanas que ele pediu para a autorização a Câmara de vereadores para aprovar o nome. "Esperamos que pelo menos até antes da eleição o prefeito coloque a creche em funcionamento, para podermos ver nossas crianças com o mínimo de atendimento do município", esclareceu Edith Sales. (Wellington Hugles)

Um comentário:

  1. Infelizmente em todas as cidades é essa demora.

    Ano de eleição!!!

    ResponderExcluir