sábado, 22 de novembro de 2014

II Encontro de Ensino, Pesquisa e Extensão: "Numbuntu em Consciência Negra Afirmando Políticas de Igualdade Racial"




Participe do II Encontro de Ensino, Pesquisa e Extensão: "Numbuntu em Consciência Negra Afirmando Políticas de Igualdade Racial", que se estende com vasta programação neste sábado, 22 de Novembro: 

Palestra: Por dentro da Lei nº 10.639/03
Palestrante: Oberdan Medeiros
Hora: 8:00 h
Local: IFPA - Vila Permanente

Palestra; O protagonismo de Maria Felipa Aranha
Palestrante: Oswaldo Araújo
Hora: 9:00 h
Local: IFPA - Vila Permanente

Palestra: Histórias Cruzadas - Debate
Responsável: Turma de Saneamento Ambiental - T 301 - 5 TB
Hora: 10:15 h
Local: IFPA - Vila Permanente

Palestra: Ações Educativas do NUBUTU
Palestrante: Professor Dr. Ivan Lima
Hora: 14:00 h
Local: IFPA - Vila Permanente

Palestra: Racismo e Sociedade
Palestrante: Turma de Saneamento Ambiental - T 301 - 5 TB
Hora: 15:30 h
Local: IFPA - Vila Permanente

As 16:30 h Lançamento de Livros
Local: IFPA - Vila Permanente
As 16:30 h Apresentações Culturais no Encerramento da Programação

Inscrições gratuitas, abertas ao público e estudantes!!!
Local: IFPA - Vila Permanente

Organizadores:
Oberdan Medeiros
Ana Flávia Paiva
Maria Sarmento

Tucuruí: Incêndio destruiu duas residências no cais da cidade


video








WELLINGTON HUGLES
De Tucuruí
Foto/Filmagem: Wellington Hugles

Por volta das 21 h desta sexta-feira (21), um incidente com a explosão de um botijão de gás, que ocorreu em uma residência na Rua Getúlio Vargas (cais da cidade de Tucuruí), no bairro da Matinha, onde também funcionava o bar dos Amigos, ocasionou um incêndio de grandes proporções, que rapidamente tomou conta do bar e as duas residências, que eram conjugadas, as labaredas ainda chegaram a atingir as casas do lado, mas por sorte, que não chegaram a ser destruídas.

Os moradores próximos às duas residências localizadas na Rua Getúlio Vargas, no bairro da Matinha, em Tucuruí, sudeste do Pará, passaram por momentos de pânico, após a explosão de um botijão de gás, dentro da casa, onde também funcionava o bar dos Amigos, foram momentos de desesperos para os vizinhos, em função a rapidez que as chamas tomaram conta das duas residências.

Infelizmente, em função da rapidez do incêndio, nada pode ser retirado de dentro das casas, inclusive, o prejuízo foi total, com a perda dos móveis, eletrodoméstico e uma motocicleta, além de toda a mercadoria do bar, e uma grade quantidade de bebidas que foi abastecida durante à tarde para ser comercializada no final de semana.

Os moradores das duas residências ficaram apenas com a roupa do corpo, outras casas próximas ao incêndio foram atingidas, mas não tiveram perda total, seus moradores conseguiram a tempo, retirar os seus móveis.

As duas famílias ficaram completamente abaladas, pela perda de seus patrimônios, a Polícia Militar esteve no local orientado os populares para o risco eminente existente no local, a CTTUC fechou as vias de acesso, evitando o tráfego de veículos.

O Corpo de Bombeiros Militar do Grupamento de Tucuruí foi acionado, mas após um longo tempo de demora, ao chegar ao local do incêndio, teve problemas com o seu caminhão pipa, no momento em que iriam iniciar o combate ao fogo, a água do tanque não estava saindo nas mangueiras, sendo acionada outra viaturas para realizar o combate ao incêndio, e ao chegar ao local, nada mais foi possível ser feito a não ser o resfriamento do local do incêndio.

A equipe de manutenção da empresa terceirizada, prestadora de serviços à Rede Celpa, foi acionada, mas demorou muito tempo, para chegar ao local e realizar o desligamento da rede elétrica, colocando em riso a população que lotava o local, tentando ajudar apagando o fogo, foram momentos de diversos curtos circuitos, com a fiação elétrica exposta no chão.


É fato que só nos últimos dias, houve dois incêndios que destruíram três residências, no início da semana uma casa foi tomada pelo fogo, no bairro do Mangal, e nesta sexta-feira mais duas foram totalmente destituídas, pela força do fogo no bairro da Matinha, deixando as famílias desabrigadas.

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Breu Branco: PM deslancha operação “Caça aos Fariseus” e coloca atrás das grades um homicida


Homicida Maciel dos Santos Silva

WELLINGTON HUGLES
De Tucuruí
Foto: Wellington Hugles

A Polícia Militar do Pará, através da IV Companhia de Policiamento Regional – CPR IV, que tem como comandante o Coronel Barata, através da equipe do Serviço de Inteligência, comandado pelo Major Marcus Vinicius, que após dias de trabalho investigativo, conseguiram colocar as mãos no elemento, suspeito de ter tirado a vida de um adolescente de prenome Fernando, fato ocorrido no início do mês de novembro, em uma Praça Pública, as margens da Lagoa da Cosanpa, na cidade Breu Branco, sudeste do Pará.

A ação veio atender ao clamor da sociedade breuense, que ficou comovida pela morte do adolescente, que foi executado de forma cruel, sem pelo menos poder esboçar sua defesa, e iniciou uma campanha exigindo das autoridades a captura do homicida.

A resposta da PM foi imediata através do comando do CPR IV e coordenada pela equipe de Inteligência, que intensificou ações que culminaram com a prisão do meliante.  

A equipe de policias militares do Serviço de Inteligência do CPR IV, comandado pelo Major PM Marcus Vinicius, há dias estavam no encalço do elemento, identificado como Maciel dos Santos Silva, por volta das 9:30 h desta sexta-feira (21), a “casa caiu” para Maciel, que foi capturado pela equipe, com o apoio da PM de Breu Branco, e de seu comandante Capitão Nolasco.

O elemento ainda tentou se rebarbar contra os policiais, mas foi contido e levado a Delegacia de Breu Branco, sendo apresentada a autoridade policial, que imediatamente tombou inquérito pelo crime de homicídio contra o adolescente de prenome Fernando, fato que movimentou a cidade. De posse de Maciel dos Santos Silva, foi encontrada uma arma caseira conhecida como “garrucha” e 16 cartuchos de grosso calibre.

O delegado de Breu Branco solicitou a Justiça à transferência do nacional Maciel dos Santos Silva, para o Centro de Reclusão Regional de Tucuruí, onde ficará aguardando seu julgamento.

Operação "Caça aos Fariseus"

Blitz’s – Ainda dentro da operação “Caça aos Fariseus”, a equipe de Inteligência do CPR IV, comandada pelo Major Marcus Vinicius, e com o apoio do contingente da PM de Breu Branco através do Capitão Nolasco, esta realizada diuturnamente barreiras entre os municípios de Tucuruí, Breu Branco e Goianésia do Pará, intensificando a fiscalização de ônibus de linhas intermunicipais e vans, para coibir a ação dos meliantes, que neste período de final de ano, intensificam as ações criminosas com ações delituosas de assaltos a ônibus e carros de passeio.


A Polícia Militar solicita o apoio e a compreensão dos passageiros e motoristas que estejam em viagem neste período, que atendam aos militares nesta operação, no sentido de evitar que haja a proliferação de assaltos nas estradas aos veículos de transporte coletivo.

Novos equipamentos para o Hospital Regional de Tucuruí

 A diretora e enfermeira Elizabeth Fontenele comemora as conquistas para o HRT





 

WELLINGTON HUGLES
De Tucuruí
Foto: Wellington Hugles

A diretora do Hospital Regional de Tucuruí (HRT), a Enfermeira Elizabeth Fontenele, comemora mais uma conquista em sua administração, com a chegada de novos equipamentos, necessários para a continuidade do atendimento de média e alta complexidade na unidade regional de atendimento a população.

Entre os equipamentos, está a nova mesa para cirurgias ortopédicas, que em função ao tempo de uso da antiga, estava inviabilizando as cirurgias no hospital, sendo necessária a transferência dos pacientes através de TFD, para realizarem as intervenções cirúrgicas na capital, mas graças à ação incansável da diretora Elizabeth Fontenelle, que em função a sua insistência junto a SESPA, consegui viabilizar a aquisição destes equipamentos, que vem atender a grande demanda de cirurgias dos pacientes internados no HRT.

Com a instalação dos novos equipamentos, os profissionais da área da saúde, terão condições de fazerem as intervenções cirúrgicas com maior comodidade e segurança, e quem ganha são os pacientes que não precisam mais sair do seio dos familiares, para a capital.

A SESPA também enviou ao HRT, um novo aparelho de Raio-X, que será instalado na Unidade de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia – UNACON de Tucuruí, que segundo a diretora do HRT Elizabeth Fontenele, está em fase de finalização de sua estruturação para a entrada em funcionamento no menor tempo possível, sendo que sua inauguração é de reponsabilidade exclusiva da Secretaria de Estado de Saúde do Pará (SESPA).

A diretora Elizabeth Fontenele, agradeceu a todos os funcionários efetivos, contratados e prestadores de serviços, pelo apoio e a confiança deposita em sua pessoa, no momento que assumiu o HRT, e diariamente ao longo destes quase 12 meses de gestão, vem desempenhando ações para a garantia do atendimento dos pacientes que procuram o HRT em busca de solucionar, suas enfermidades.

Elizabeth Fontenele, esclareceu que, sua nomeação na direção do HRT ocorreu, em um momento crítico, que não agradou a todos, mas passado este período, graças ao empenho no trabalho desenvolvido conjuntamente, compreendeu-se, que sua intenção foi pela garantia da transparência do serviço público e a prestação do atendimento a população que necessita do direito constitucional, que e a atenção a saúde pelo governo, mesmo com todas as diferenças, Elizabeth concluiu que, as diferenças foram superadas e que atualmente, todos estão coesos em busca de soluções para dar o melhor atendimento aos pacientes que precisam de assistência a saúde em nossa cidade, região e no estado.

Sua gestão garantiu também, uma parceria com a classe dos funcionários, estudando, analisado e viabilizando as conquistas da classe, com referência as demandas salariais, tentando garantir e encaminhar à direção da SESPA a resolução de todas as pendências trabalhistas.

Por outro lado, a diretora Elizabeth Fontenele aproveitou a oportunidade para esclarecer que, o atendimento a saúde pública, necessita de muita paciência e vontade de trabalhar, haja vista, as dificuldades que são encontradas com os repasses de verbas e a aquisição de material necessário para a manutenção do hospital, mas que o empenho e dedicação sempre consolidaram a resolução das carências, como exemplo, a garantia da aquisição dos equipamentos necessários para o funcionamento com maior eficácia de alguns setores do HRT que atravessavam dificuldades, “muitos outros equipamentos e materiais hospitalares estão ainda por chegarem, para atender com qualidade e responsabilidade aos pacientes de Tucuruí e região”, afirmou a diretora.

A diretoria esclareceu ainda, que por ser um Hospital público e que funcionam com seu Pronto Socorro de portas abertas, as dificuldades que por ventura são encontrados no momento de internações, e posteriormente identificados os problemas, com a necessidade de intervenções cirúrgicas, há realmente a necessidade de aguardar certo tempo, em função, a grande demanda existente de pacientes internados, além de uma imensa fila de espera que já existia desde o ano de 2008, das cirurgias eletivas, que mesmo, sendo de responsabilidade da rede básica de saúde, estão sendo realizadas gradativamente no HRT, dando provimento ao atendimento dos pacientes que encontram-se com estas enfermidades.

Em função de o HRT ser uma unidade hospitalar que funciona de portas abertas, absorve a demanda de pacientes de todo o estado, com isso, priorizando os casos emergências, de pacientes que corem risco de morte, e, em muitas vezes, deixando de atender prioritariamente a sua função de unidade de média e alta complexidade, em razão de que a vida de um paciente e a principal meta desta direção e de todos os profissionais da área da saúde e funcionários do HRT.

Maternidade – A Enfermeira Elizabeth Fontenele, esclareceu que dentro do HRT tem duas situações diferenciadas quando se trata de maternidade. Existe a Maternidade do HRT, que atende aos casos de mães parturientes, que atravessam um parto que necessita de um atendimento de média e alta complexidade, e que esta funcionando normalmente, com material completo e de reserva.

Dentro de uma ação, entre a direção da SESPA e a Secretaria de Saúde de Tucuruí, foi cedido uma das alas do Hospital Regional de Tucuruí, desde o ano de 2010, para funcionar a Maternidade Municipal de Tucuruí que passaria por uma reforma.

Naquela ala cedida a prefeitura, está ocorrendo o atendimento as partos das mães parturientes encaminhadas pela rede básica de saúde de Tucuruí, que tem sua administração própria, e a direção do HRT não tem nenhuma intervenção ou gestão.

Normalmente, ocorrem alguns problemas que são noticiados dentro da Maternidade Municipal que se encontra em uma ala do HRT, mas que não tomamos conhecimento por ser administrada e gerida pela Prefeitura de Tucuruí, mas sempre recai sobre a direção do Hospital Regional de Tucuruí a responsabilidade pelas situações, de reclamações das parturientes e seus familiares, dos problemas que por ventura estão ocorrendo dentro da Maternidade Municipal, comandada pela Prefeitura de Tucuruí.

Sendo que ficamos reservados apenas a gerir, e responder pela Maternidade do HRT, que atende os casos de média e alta complexidade, nos partos que não podem ser realizados de forma natural, inclusive, estamos atendendo as mães parturientes de Tucuruí e região, concluiu Elizabeth Fontenele.




quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Desempregado encontra solução dos problemas em suicídio



WELLINGTON HUGLES
De Tucuruí
Foto: Wellington Hugles

À tarde desta quinta-feira (20), foi de bastante movimentação para os moradores da Rua Betânia, bairro Beira Rio, em Tucuruí, sudeste do estado. O desempregado Genaldo Rodrigues Cunha, 48 anos, cometeu suicídio, em função a situação que se encontrava, desempregado há meses, e sem nenhuma expectativa de melhoria em sua vida e para garantir o seu sustento e de seus familiares.

Segundo os familiares, Genaldo Cunha, atravessava problemas de depressão, em função a situação econômica que vivia, sem poder garantir o seu sustento e de seus familiares.

Genaldo Cunha morava sozinho, e tentou dar cabo de sua vida, primeiro perfurando por diversas vezes com uma faca de mesa seu tórax, mas como não obteve êxito, no momento de desespero, conseguiu amarrar uma corda de rede na cumeeira da casa, fazendo uma forca, em seguida pulou da mesa tendo morte instantânea.

Os vizinhos preocupados por não observarem movimento na casa de Genaldo acionaram a PM, que decidiu arrombar a residência, deparando-se com a triste cena, de um pai de família, em desespero, ter tirado sua própria vida.

Segundo os policiais militares, Genaldo já estava morto há algumas horas, pois seu corpo já estava exaurindo mau cheiro.

Logo após a PM acionou a equipe do IML de Mucuri, que realizaram a remoção do cadáver. Logo após o corpo de Genaldo Cunha passou por necropsia, através dos peritos do Renato Chaves.


O féretro foi liberado no início da noite desta quinta-feira (20) aos familiares, que após o velório, farão o sepultamento de Genaldo Cunha, na manhã desta sexta-feira (21), em cemitério público da cidade.