quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Polícia Civil deflagrou “Operação Vera”, que desarticulou um esquema de tráfico de drogas dentro do presídio de Tucuruí



A Polícia Civil do Pará, desarticulou nesta segunda-feira (20), um esquema criminoso para prática do tráfico de drogas, que envolvia presidiários e um agente prisional lotado no Centro Regional de Recuperação de Tucuruí (CRRT), sudeste paraense.

Denominada de “Operação Vero”, a ação foi resultado de três meses de investigações para coibir o tráfico de entorpecentes nas dependências do presídio. As investigações mostraram que o esquema era comandado por internos do Centro e contava com apoio e a facilitação de funcionários públicos.

Um dos presidiários envolvidos no esquema e que foi identificado durante as investigações é Davi de Paiva Lima, de apelido “Davi da Matinha”, responsável em liderar o tráfico de entorpecentes.

A operação contou com policiais civis da Superintendência Regional do Lago de Tucuruí, sob o comando dos delegados Sandro Rivelino da Silva Castro, superintendente regional do Lago de Tucuruí, e Carlos Eduardo Paisani de Moraes, diretor da 15ª Seccional Urbana de Tucuruí, e de policiais das unidades que integram a Superintendência, com apoio da Diretoria de Polícia do Interior e da equipe tática da Polícia Civil, e do Grupo de Pronto-Emprego (GPE), sob o comando do delegado Marcos Mileo.

Toda a operação foi acompanhada pela Corregedoria da Superintendência do Sistema Penitenciário do Pará.

Conforme o delegado Sandro Rivelino da Silva Castro, “Davi da Matinha”, comandava os atos criminosos de dentro do Centro de Recuperação Regional de Tucuruí. Do lado de fora da cadeia, ele chefiava uma associação criminosa que coordenava o tráfico na cidade de Tucuruí.

No total, foram cumpridos 13 mandados de prisão preventiva, nove deles contra os detentos: Davi de Paiva Lima, conhecido como “Davi da Matinha”, Michel Gomes Lopes, Edivan Sacramento Baia, de apelido “Vida Loca”, Valdeir de Souza Lima, conhecido como “Deir”, José Helder Faria Santana, de apelido “Canela”, Vitor Eduardo Oliveira Moreira, de apelido “Vitinho”, Arinaldo Nunes de Araújo, de apelido “Fala Fina”, Enildo Pereira de Araújo, de apelido “Cachorro Molhado”, Paulo Henrique Cardoso Derzé, de apelido “PH”, e outros três, contra: Danilo do Nascimento Jaques, Taniara Gomes de Sousa, Davi Valente da Silva e do agente prisional Egrineudes Pimentel do Carmo.

Durante a ação policial, foi presa em flagrante Judete Gonçalves Moraes durante o cumprimento de um mandado de busca e apreensão na casa do foragido Otoniel Alves Melo, de apelido “Toni”.

Na casa deles, foram apreendidos 100 gramas de cocaína. Os mandados de busca e apreensão também resultaram na apreensão de telefones celulares, computadores, anotações, fotografias, drogas e outros objetos relacionados ao esquema criminoso em apuração.


A ação atendeu determinação da Delegacia-Geral de Polícia Civil do Pará e Diretoria de Polícia do Interior, para reprimir o tráfico ilegal de drogas.

terça-feira, 21 de outubro de 2014

Deley Santos anunciou que fará denúncia na próxima sessão da "sangria na prefeitura" comandada pelo prefeito Sancler, além do pagamento do famigerado "MENSALÃO" pago aos vereadores pactuados com o prefeito






video

Deley Santos anunciou que fará denúncia na próxima sessão da "sangria na prefeitura" comandada pelo prefeito Sancler, além do pagamento do famigerado "MENSALÃO" pago aos vereadores pactuados com o prefeito

Sancler Ferreira, um mito histórico, em menos de 6 anos passou de denunciante a denunciado, este sim e competente no que faz, Sangria é com ele mesmo!!!!!

Rebuliços e revelações na sessão da Câmara de Vereadores de Tucuruí desta terça-feira (21), foram inviabilizadas em função a debandagem dos vereadores "capachos" do prefeito.

Em contato direto com um parlamentar Deley Santos, filho de Tucuruí, garantiu que fará a leitura de um documento da Polícia Federal na tribuna da casa de leis, que revelará a ação dos meliantes dos cofres públicos na próxima sessão, em função ao esvaziamento destra sessão pela base aliada e “mensaleiros” de Sancler Ferreira.

Também na mesma oportunidade fará a revelação de diversas outras empresas que praticam a “Sangria da PMT”, empresas que em 120 dias “amealharam e expropriaram” dos cofres da Prefeitura de Tucuruí, mais de R$ 15 milhões, “se eles parassem de cometer esta sangria, a prefeitura poderia asfaltar mais de 20 km de ruas em toda a cidade”, afirmou Deley.

Esta denúncia, não é mera coincidência, e sim a prática que foi denunciada em rádio em 2008 por Sancler Ferreira, quando vice-prefeito de Tucuruí, mas nunca protocolada para apuração no MP ou Justiça, e que foi aprimorada e reativada no presente, alternando apenas os figurantes, mas praticada pelo denunciante da época, que agora passa a ser o denunciado.


O parlamentar afirma ainda, que vai “rasgar o verbo” e tirar do “guarda-roupa”, muita gente que vem se locupletando através da prática criminosa do “MENSALÃO” pagos religiosamente pelo gestor, para evitar qualquer fiscalização em sua administração, confirmado o pacto da sangria da PMT !!!!!

Raimundo Concursado no berço

Wellington Hugles com o aniversariante Raimundo Concursado

O funcionário público municipal e liderança sindical do Sinsmut, o grande amigo combativo e árduo defensor da população de Tucuruí, Raimundo Concursado, comemora mais uma primavera nesta terça-feira (21).

A festa em comemoração, a especial data, será entre seus familiares que aproveitaram para desejar muitos anos de vida, sucesso e realizações.

Os funcionários públicos da Prefeitura de Tucuruí e da Câmara de Vereadores parabenizam Raimundo Concursado pela grande atuação na direção do Sinsmut, e pela defesa dos interesses e dos direitos dos associados.

Toda a população de Tucuruí esta em festa em comemoração ao níver de Raimundo Concursado, pessoa de excelente índole e de caráter límpido.


Da redação do JT On  line seguem os votos de muitas felicidades e realizações.

domingo, 19 de outubro de 2014

Cheque Moradia: Famílias cadastradas denunciam “falcatruas” e uso do programa em beneficiamento do candidato à reeleição ao governo do estado





Cheque Moradia: Famílias cadastradas denunciam “falcatruas” e uso do programa em beneficiamento do candidato à reeleição ao governo do estado

WELLINGTON HUGLES
De Tucuruí
Foto: Divulgação
O Governo do Estado do Pará, através da Companhia de Habitação do Estado do Pará (COHAB), com o apoio da Secretária de Segurança Pública e Defesa Social e a parceria com a Prefeitura de Tucuruí, realizaram no último dia 21 de julho, uma solenidade simbólica de entrega de “Cheques Moradias”, que seriam disponibilizados pela COHAB as famílias de baixa renda de Tucuruí.

A cerimônia foi comandada pelo prefeito de Tucuruí Sancler Ferreira (PPS) e contou com a presença do secretário de Estado de Segurança Pública e Defesa Social, Luiz Fernandes Rocha, na oportunidade as famílias cadastradas lotaram o auditório do Centro de Convenções de Tucuruí, sudeste do estado, em busca deste benéfico, que seria um sonho para a realização de seus projetos.

Na oportunidade Sancler Ferreira falou da importância deste benefício, e que foi uma luta sua para estas famílias serem agraciadas com este valor de R$ 18 mil.

Mas infelizmente, o sonho se tornou um pesadelo, as famílias cadastradas no “Cheque Moradia”, denunciam que o evento foi apenas para “ludibriar” os supostos beneficiários cadastrado, e que tudo foi intencionalmente feito, para direciona os eleitores na decisão de seus votos para as eleições do último dia 5 de outubro, naquela oportunidade foi conseguido realizar o convencimento dos beneficiários, que se não votassem no atual governador e seus candidatos apoiados pelo prefeito Sancler Ferreira, os valores de R$ 18 mil, referentes a cada Cheque Moradia, não seriam liberados as famílias cadastras.

Passado 90 dias da realização da entrega oficial dos Cheques Moradias em Tucuruí, em uma  solenidade que foi bastante “badala” e “divulgada” em toda a região, dando conta da liberação de 150 cheques moradias as famílias da cidade, até os dias atuais, nenhuma família foi beneficiada com a liberação dos valores pela COHAB, causando um grande desconforto aos beneficiários cadastrados, que aguardavam com ansiedade a liberação dos valores para as melhoras em suas residências, e em muitos casos, o início da sua tão sonhada casa, tudo não passou foi de uma “mentira”, haja vista, a Prefeitura de Tucuruí ter anunciado, e até feito uma visita levando as famílias cadastradas, a um terreno, localizado na BR 422, Km 3, próximo ao novo Cemitério Público da cidade, onde seriam liberados, lotes de terras para a construção das casas dos beneficiados pelo “Cheque Moradia”, mas passado todo este período, nem os valores do Cheque Moradia foram liberados, muito menos os motes de terra foram viabilizados, sendo mais um “engodo eleitoral”, comandado pelo prefeito Sancler Ferreira, para tentar garimpar “votos de cabresto” dos beneficiários do Cheque Moradia de Tucuruí.

Equipe da prefeuitra em visita com as famílias cadastradas, em um terreno, localizado na BR 422, Km 3, próximo ao novo Cemitério Público da cidade, onde seriam liberados, lotes de terras para a construção das casas dos beneficiados pelo “Cheque Moradia”



Reunião do Cheque Moradia foi para pedir votos para Jatene 
 Na noite da última sexta-feira (17), a coordenação da Secretaria de Assistência e Ação Social da Prefeitura de Tucuruí, atendendo novamente determinação do prefeito Sancler Ferreira, realizou nova convocação extraordinária dos cadastrados no Programa Cheque Moradia, em Tucuruí, para estarem presentes as 19 h, na sede do Clube Paraíso, próximo às escadarias da Rua Santo Antônio, no bairro da Matinha, em Tucuruí. Na pauta, seria anunciado o início do repasse dos valores de R$ 18 mil, referente ao Cheque Moradia da COHAB e a liberação, com o sorteio dos lotes de terrenos as famílias cadastradas e beneficiárias.

No início da reunião, que contou com a presença de centenas de pessoas que aguardavam ansiosas, o desfecho do imbróglio, que já se estende há mais de um ano, e que desde a solenidade de entrega já se passaram mais de 90 dias, mas para a decepção geral dos presentes, o único assunto que foi tratado foi à eleição do 2º turno.

Os assessores do prefeito Sancler Ferreira, juntamente com um parlamentar municipal, tentaram convencer de todas as formas, as famílias cadastradas no Cheque Moradia, da necessidade de repetirem a dose, e votarem novamente no 2º turno no governador Simão Jatene, com risco, de se não o fizerem, perderem o direito ao benefício.

A revolta popular foi generalizada, os moradores carentes, sentiram-se usados e ludibriados, e começaram a exigir seus direitos, questionando a forma irregular que estavam direcionando o Programa do Cheque Moradia, a situação foi tensa, por sorte, naquela noite caia uma torrencial chuva com muita ventania, o que ocasionou a falta de energia no local, a população saiu da sede revolta, gritando palavras de descontentamento, ainda sendo obrigados a pegar toda a chuva no retorno aos seus bairros de origens.

A equipe de reportagem tentou ouvir a posição da equipe de Secretaria de Assistência e Ação Social, mas infelizmente seus assessores negaram-se a dar esclarecimentos, informando apenas, “que nada tinham a falar, por se tratar de um programa do governo do estado, através da COHAB”.

Uma das pessoas que trabalhava contratada no processo de cadastramento das famílias nos bairros da cidade, e que não comunga com a forma ditatorial e antidemocrática que esta sendo processada a liberação do Cheque Moradia, denunciou à equipe de reportagem a existência de relações de “peixadas” para serem beneficiados prioritariamente pelo programa, entregando duas das inúmeras relações de cadastros realizados pela equipe político eleitoral do prefeito, onde fica comprovada, a forma criminosa, que esta sendo usado este programa do governo em benefício eleitoral, inclusive, em uma das listas, existe a relação de famílias de prioridade do prefeito.


Veja a relação que foi denunciada através do esquema montado pela Prefeitura de Tucuruí com o Cheque Moradia:







IBOPE: Helder vence eleição no Pará com 52%



http://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2014/10/ibope-divulga-pesquisa-de-intencao-de-voto-para-governador-do-para.html