Pesquise as matérias do JT:

quinta-feira, 31 de agosto de 2017

Goianésia do Pará: Audiência Pública para apresentação do PPA





  Audiência Pública para apresentação do PPA
 
RODOLFO SOUSA
A Prefeitura de Goianésia do Pará realizou nesta quarta-feira (30), no auditório da Câmara de Vereadores, audiência pública para apresentação e discussão do PPA - Plano Plurianual de Gestão, para ser efetivado no quadriênio (2018/2021) no município de Goianésia do Pará, estimando receitas e despesas.

Com a participação dos vereadores e a comunidade em geral, a equipe técnica de governo, através de determinação do prefeito Ribamar Lima, e em respeito ao princípio da publicidade, renovando o compromisso do governo da transparência em seus atos e de fazer uma gestão participativa, principalmente respeitando o que determina a Carta Magna do país.

Na oportunidade, todos os presentes a audiência receberam os esclarecimentos pertinentes sobre o PPA, através dos secretários de governo, que realizaram detalhadamente a exposição de todas as estimativas de crescimento, apresentando as previsões de receitas e despesas.

A audiência pública foi aberta ao público, e coordenada pelo vice-prefeito, em exercício na função de prefeito Léo Asa Branca.

Prefeitura de Goianésia do Pará
Compromisso e desenvolvimento!

2º Fórum Permanente de Prefeitas e Prefeitos: Estado fortalece gestão ambiental e aumenta adesões ao Programa Municípios Sustentáveis






Prefeito Artur Brito juntamente com o Chefe de Gabinete Wilson Wischansky e Fernando Barboza assessoria do prefeito




O 2º Fórum Permanente de Prefeitas e Prefeitos, no Hangar – Convenções e Feiras da Amazônia, em Belém, evento que teve início nesta quarta-feira (30) e se estende até quinta-feira (31), com palestras, oficinas, lançamento de editais e assinatura de convênios.


Desde o primeiro fórum realizado em abril deste ano, as necessidades mais urgentes dos municípios começaram a ser identificadas. 


Nesta edição do encontro foi intensificado o diálogo. “A agenda construída de maneira pactuada com os municípios vem se fortalecendo cada vez mais. A Secretaria de Municípios Sustentáveis foi criada para ampliar esse diálogo com as gestões e fazer avançar projetos que, por exemplo, possam estar parados por falta de recursos. Tudo dentro de uma gestão fiscal responsável e respeitando os preceitos de sustentabilidade”, disse Izabela Jatene.


Segundo a secretária Extraordinária de Estado dos Municípios Sustentáveis, Izabela Jatene, a finalidade é identificar as prioridades de cada cidade e atender as demandas mais urgentes, sejam elas nas áreas de educação, saneamento ou infraestrutura. Até o momento, 119 gestores municipais manifestaram interesse em aderir ao programa.


Mais possibilidades – O governador Simão Jatene assinou a manifestação de interesse ao lado dos prefeitos, e afirmou que com o Programa Municípios Sustentáveis se redesenha a relação entre Estado e municípios, abrindo mais possibilidades de equacionar problemas. “É um programa de investimentos que surge para responder a determinadas demandas. Vamos juntos discutir projetos importantes e discutir o que cada um pode fazer. Aquela escola que está inacabada pode receber aporte de recursos do Estado, por exemplo, para que a obra seja concluída. A contrapartida é a gestão fiscal responsável e o uso de práticas ambientais sustentáveis”, acrescentou o governador.


O prefeito de Tucuruí Artur Brito (PMDB) tem expectativa de que através do Programa Municípios Sustentáveis obras que estão paralisadas serão retomadas graças à pactuação com o Estado. “Temos convicção que o governo do estado deverá dar andamento nestas parcerias, priorizando as obras e serviços que foram conveniados, em cada município. O exemplo de Tucuruí, que temos escolas que precisam ser concluídas, além do asfalto em diversos bairros, que são questões mais urgentes”, enfatizou o gestor de Tucuruí, município do sudeste do Pará.


O prefeito de Novo Repartimento Deusivaldo Pimentel “Amizade” (PMDB), esteve presente no evento, onde foi contemplada a Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Novo Repartimento, com computadores completos e nobreaks, além de, anteriormente, ter recebido uma caminhonete, motocicletas, notebook e GPS. 


O objetivo é contribuir com a verificação do desmatamento e estruturar a Secretaria, para que os técnicos tenham melhores condições de acessar as plataformas existentes na área ambiental.


“Temos consciência que é apenas com a união dos poderes, que podemos dinamizar ações que fortaleçam com excelência a realização de obras e serviços em prol da população, e estamos convictos que através de programas como este, é que o braço do governo consegue chegar a todas as regiões do nosso imenso Pará”, afirmou o prefeito de Novo Repartimento “Amizade”.


“É de extrema importância, é fundamental qualquer secretaria que queira fazer gestão ambiental estar dotada de máquinas que condigam com as demandas que chegam. É humanamente impossível fazer a gestão ambiental só com pessoas. Estamos ainda enfrentando altos índices de desmatamento, e precisamos ter estrutura para verificar isso”, ressaltou o secretário de Meio Ambiente de Novo Repartimento, Márcio Dias Bicalho.



Segundo o Governo do Estado, sessenta e seis municípios já receberam os equipamentos: Abaetetuba, Abel Figueiredo, Água Azul do Norte, Alenquer, Almeirim, Altamira, Anapu, Aveiro, Bannach, Barcarena, Belém, Belterra, Bom Jesus do Tocantins, Bonito, Bragança, Brasil Novo, Breu Branco, Canãa dos Carajás, Capanema, Dom Eliseu, Eldorado do Carajás, Floresta do Araguaia, Goianésia do Pará, Gurupá, Igarapé-Miri, Ipixuna do Pará, Irituia, Itaituba, Itupiranga, Jacareacanga, Jacundá, Marabá, Medicilândia, Moju, Monte Alegre, Muaná, Novo Progresso, Óbidos, Oriximiná, Ourém, Ourilândia do Norte, Pacajá, Paragominas, Porto de Moz, Prainha, Redenção, Rondon do Pará, Rurópolis, Santa Izabel do Pará, Santa Maria das Barreiras, Santana do Araguaia, Santarém, São Félix do Xingu, São João de Pirabas, São Sebastião da Boa Vista, Senador José Porfírio, Soure, Tailândia, Terra Alta, Trairão, Tucumã, Tucuruí, Ulianópolis, Uruará, Vitória do Xingu e Xinguara


Municípios que receberam no dia 30 de agosto: Augusto Corrêa, Baião, Castanhal, Conceição do Araguaia, Concórdia do Pará, Curralinho, Igarapé-Açu, Juruti, Maracanã, Mojuí dos Campos, Nova Ipixuna, Novo Repartimento, Oeiras do Pará, Parauapebas, Primavera, Santa Bárbara do Pará, São Miguel do Guamá, Tracuateua, Santa Luzia do Par, Rio Maria e Placas.

Prefeitura esclare: Obras no Serra Azul retornarão a todo vapor!



Obras no Serra Azul retornarão a todo vapor! 

Os serviços que estão sendo realizados por meio do convênio iniciado em novembro de 2016, celebrado entre a Prefeitura de Tucuruí e o Governo do Estado, que tiveram seus trabalhos suspensos pela empresa contratada na manhã desta quarta-feira (30) serão retomados.

Os pagamentos referentes as medições anteriores já foram quitados e todas as contrapartidas do município estão em dias. Estando em aberto apenas a última medição dos serviços realizados no bairro Serra Azul e que serão pagos logo após a apresentação da nota fiscal pela empresa, sendo que a Prefeitura, obedecendo o princípio da Transparência, aguarda a apresentação do documento conforme medição dos serviços realizados no bairro pela Secretaria Municipal de Obras e Urbanismo.

Sendo que empresa responsável deverá retomar imediatamente os serviços no bairro Serra Azul sob pena do descumprimento contratual do convênio.

Prefeitura de Tucuruí - Nosso povo, nossa energia!

Marabá: Baixo nível do rio Tocantins provoca racionamento de água



Neste ano o nível do rio Tocantins baixou 30 dias antes do período esperado, e a previsão é que só comece a normalizar no mês de outubro

A Companhia de Saneamento do Pará (Cosanpa) informou que haverá racionamento de água nos núcleos Nova Marabá e Cidade Nova, no município de Marabá, sudeste do estado.
A Companhia esclarece que a medida é necessária devido ao baixo nível do Rio Tocantins, de onde é feita a captação de água bruta para a Estação de Tratamento de Água da Nova Marabá, que distribui para os dois núcleos.

O abastecimento foi suspenso no núcleo Nova Marabá às 22h desta quarta-feira, 30, e retorna a partir das 8h da manhã de quinta-feira, 31, nesse período o núcleo Cidade Nova terá o abastecimento disponível durante toda a noite, ficando suspenso a partir das 8 horas da manhã, quando será feito o movimento inverso para que Nova Marabá comece a receber água, e assim seguirá por 10 horas para cada núcleo. A Cosanpa ainda não sabe precisar por quanto tempo será necessário manter essa medida.

Segundo Ângela Raiol, coordenadora Técnica da Cosanpa em Marabá, “é indispensável que o núcleo Nova Marabá tenha água durante o dia, pois é onde ficam dois grandes hospitais da cidade”.

O presidente em exercício da Cosanpa, Antônio Crisóstomo, pede a compreensão da população de Marabá e esclarece que é a primeira vez que a companhia necessita adotar uma medida extrema desse tipo no município. “O índice pluviométrico foi muito baixo esse ano e nós perdemos 40% da vazão na ETA Marabá, por isso será necessário desligar uma das bombas para não danificar o sistema e isso implicará nesse racionamento de água”.

Segundo José Raimundo Souza, coordenador do 2º Distrito de Meteorologia no Pará, a estiagem já estava prevista para esta época, mas houve um fator surpresa. “Este ano houve uma antecipação desse fenômeno natural e o nível do rio Tocantins baixou 30 dias antes do período esperado”. Ainda segundo José Raimundo, a previsão é que o nível do rio Tocantins só comece a normalizar no mês de outubro, quando a estiagem deve ser amenizada com a volta das chuvas na região.

terça-feira, 29 de agosto de 2017

Prefeito Artur Brito em reunião no TCM



Prefeito Artur Brito, Wilson Wischansky chefe de gabinete da PMT e Cleiton Teodoro, recebidos por Dr. Clóvis e Dra. Rosângela da Escola de Contas do TCM (ao centro)


RODOLFO HUGLES
Foto: PMT
 

O prefeito Artur Brito juntamente com o chefe de gabinete Wilson Wischansky e Cleiton Teodoro foram recebidos na manhã desta terça-feira (29), no Tribunal de Contas dos Municípios, pelo Dr. Clóvis e Dra. Rosângela responsáveis pela Escola de Contas do TCM, para cumpriram extensa agenda, buscando conhecimentos técnicos e as metas estabelecidas pelo TCM para a eficácia nos investimentos dos recursos públicos em prol da população de Tucuruí.